]]>

« Home | Assimetrias brancas em "bebedeira de azul"******... » | "Qui c'est triste Venise aux temps des amours mort... » | Horizonte urbano » | Será? » | Ainda a melancolia antecipada de Outono » | Deduções infantis - Children's deductions » | Melancolia de Outono? Talvez! » | Amizade?? » | Tonalidades » | 11 de Setembro - In Memoriam »

quinta-feira, setembro 16, 2004

Adorei este texto. BOM DIA!

jahreszeiten00026.gif
QUASE
Ainda pior que a convicção do não, é a incerteza do talvez, é a desilusão de um quase!
E o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase amou não amou.
Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver o outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna.
A resposta eu sei de cor, está estampada na distância e na frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos “bom dia”, quase que sussurrados.
Sobra covardia e falta coragem até para ser feliz.
A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai.
Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor.
Mas não são.
Se a virtude estivesse mesmo no meio-termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.
- O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
- Preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.
Para os erros há perdão, para os fracassos, chance, para os amores impossíveis, tempo.
De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma.
Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.
- Desconfie do destino e acredite em você.
Gaste mais horas realizando que sonhando...
Fazendo que planejando...
Vivendo que esperando...
Porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.
Luís Fernando Veríssimo
*********************************************************
In a word this all means you must believe in yourself and live wholy forgetting what is "almost"
(recebido por email)


E-mail this post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...

|

The lunatic, the lover, and the poet

Are of imagination all compact

A Midsummer Night’s Dream. Act v. Sc. 1.

About me

on-line bar1.gif Blogwise - blog directory blog search directory Apdeites (apdeites) dreamcatcher-5b.jpg Click for Porto, Portugal Forecast vogel164.gif
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com Estou no Blog.com.pt Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Powered for Blogger
by Blogger Templates