]]>

« Home | Tão perto, mas tão longe até hoje. » | Salvação » | Para ser Poeta » | Concretizando planos de férias: concretização nº 3... » | Passeio matinal à beira mar » | Andanças electrónicas » | Sombras » | Concretizando planos para férias » | Música de Emoções » | Explicação não explicada »

terça-feira, agosto 30, 2005

Infinito

De porta em porta

– Quem? O infinito?
Diz-lhe que entre.
Faz bem ao infinito
estar entre gente.

– Uma esmola? Coxeia?
Ao que ele chegou!
Podes dar-lhe a bengala
que era do avô.

– Dinheiro? Isso não!
Já sei, pobrezinho,
que em vez de pão
ia comprar vinho . . .

– Teima? Que topete!
Quem se julga ele
se um tigre acabou
nesta sala em tapete?

– Para ir ver a mãe?
Essa é muito forte!
Ele não tem mãe
e não é do Norte . . .

– Vítima de quê?
O dito está dito.
Se não tinha estofo
quem o mandou ser
infinito?

Alexandre O'Neill - "Poesias Completas"

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Door to Door

– Who? The infinite?
Tell him to come in!
It’s good for infinity
to be in human company.

– Our help? He hobbles?
If the fellow is lame,
give him what used to be
Grandfather’s cane.

– He wants money? No way!
I know the poor swine
wouldn’t use it for bread
but for a bottle of wine.

– He insists? Who on earth
does he take himself for,
when a tiger ended up
as the rug on our floor?

– To go and see his mother?
Now I’ve heard it all.
He’s not from up north,
and his mother’s long gone.

– A victim of what?
Life is tough.
How can he be infinite
if he’s not made of hard
stuff?

Alexandre O'Neill - "Poesias Completas"
(translated by Richard Zenith - 1997)


E-mail this post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...

|

The lunatic, the lover, and the poet

Are of imagination all compact

A Midsummer Night’s Dream. Act v. Sc. 1.

About me

on-line bar1.gif Blogwise - blog directory blog search directory Apdeites (apdeites) dreamcatcher-5b.jpg Click for Porto, Portugal Forecast vogel164.gif
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com Estou no Blog.com.pt Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Powered for Blogger
by Blogger Templates